A IDENTIDADE E AS DIRETRIZES DE VIDA DA SUSEONJAE

 

Suseonin (Aluno da Suseonjae)

 

Definição:  Pessoa que se esforça para viver com uma mente generosa, mas com simplicidade material

 

Ação 1. Com uma mente pura, sorria luminosamente e dê calorosos cumprimentos.

 

 Suseonjae

 

Definição:  A casa onde se criam Suseonins

 

Ação 2. A sede e os centros da Suseonjae, ou as casas onde os alunos da Suseonjae vivem, são repletos de pessoas que dão calorosos cumprimentos com uma mente pura e sorriso luminoso.

 

       Diretrizes de ação

 

Definição A.  Eu estou ciente de que sou um ser precioso e que existo como parte do Universo.

 

Ação 3. Toda vez que olho no espelho, me encorajo e mando calorosos cumprimentos ao Céu, Terra, animais, plantas e outras pessoas.

Ação 4. Eu não minto.

Ação 5. Eu sei o que verdadeiramente quero fazer e vivo fazendo isso.

Ação 6. Eu faço caminhadas diariamente e não penso enquanto caminho.

 

Definição B. Eu não me imponho sobre a natureza.

 

Ação 7. Eu vivo em uma casa pequena e sustentável e reduzo a utilização de eletrodomésticos.

Ação 8. Quando eu morrer, em breve retornarei à natureza; meu corpo será cremado e minhas cinzas espalhadas sobre a água ou o solo.

Ação 9. Eu tento reduzir o lixo que produzo.

Ação 10. Sempre que como, tenho em mente um senso de gratidão.

 

Definição C.  Os outros são tão preciosos quanto eu.

 

Ação 11. Eu respeito a opinião de outra pessoa, incluindo da família, e não imponho minha opinião.

Ação 12. Eu prometo doar meus órgãos internos para transplante após a morte.

Ação 13. Eu não exagero no consumo de carne.

Ação 14. Eu respeito os mais velhos e todas as pessoas que estão feridas, e coloco em prática atividades específicas para eles.

 

Definição D.  Eu estou ciente de que evolução é o propósito da criação dos seres humanos e do Universo, e que a Terra é uma escola.

 

Ação 15. Eu compreendo que aprender pelas experiências é suficiente para um ser humano e, portanto, não me inquieto perante o nascimento, envelhecimento, doença e morte. Não me apego à boa ou má sorte, bênção ou azar.

Ação 16. Eu não repito o mesmo erro quando encontro minha “fruta do bem e do mal”.

Ação 17. Eu transmito com sinceridade as mensagens celestiais acima relatadas às pessoas interessadas.

Ação 18. Eu torno um hábito diário respirar profundamente com a energia do Universo.